Autoridades defendem criação de agência na RMVA Enviar por e-mail  Imprimir esta notícia Receber por RSS
26/11/2011 08:39:58

Uma gestão integrada e planejada dos municípios, de forma a promover a melhoria da qualidade de vida da região foi um dos motivos apresentados pela assessora-chefe de relacionamento institucional da Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais, Maria Elisa Braz Barbosa, como justificativa para a criação da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (RMVA). A criação da agência, que é proposta pelo Projeto de Lei Complementar (PLC) 18/11, do governador, foi o assunto discutido durante audiência da Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais nesta sexta-feira (25/11/11), na Câmara Municipal de Caratinga (Rio Doce).

A assessora exemplificou como um dos aspectos que poderá ser planejado pela agência e que trará um impacto visível à vida das pessoas, a melhoria da mobilidade urbana. Segundo ela, por meio da integração e planejamento urbano dos municípios, o cidadão poderá se deslocar entre as cidades pertencentes à região metropolitana e pagar por uma tarifa única de transporte, o que reduziria as suas despesas com esse serviço. Outro fator destacado por ela foi em relação ao melhor ordenamento da ocupação do solo dos municípios da região do Vale do Aço.

Ao defender a importância de uma região metropolitana, bem como de toda a estrutura que a regulamenta (Conselho Deliberativo, Plano e Agência de Desenvolvimento, entre outros), Maria Elisa afirmou que com a metropolização, vista por ela como um fenômeno mundial, muitos municípios não conseguem gerir de forma satisfatória os problemas que advém de seu desenvolvimento e crescimento. Dessa forma, uma agência, sem retirar a autonomia dos municípios, possibilitaria a gestão de forma compartilhada das funções públicas de interesse comum.

Crescimento desordenado – De acordo com a deputada Rosângela Reis (PV), que solicitou a reunião, o elevado grau de conurbação dos 26 municípios de compõem a Região Metropolitana do Vale do Aço, com destaque para as cidades de Ipatinga, Santana do Paraíso, Timóteo e Coronel Fabriciano, ocasiona um crescimento desordenado nesses lugares e trazem como consequência uma série de desafios para a população.

Para ela, a criação da agência metropolitana do Vale do Aço poderá apontar quais são os maiores problemas enfrentados e planejar os investimentos adequados para os municípios. “Não podemos deixar de nortear e tratar os problemas dos municípios de forma unificada, reduzindo custos, aumentando qualidade de aplicação dos recursos”, defendeu a parlamentar.

Projeto prevê inclusão de municípios na RMVA

Outra questão prevista pelo PLC 18/11 refere-se à inclusão dos municípios de Caratinga e Bom Jesus do Galho no colar metropolitano da RMVA. Segundo a assessora-chefe da Secretaria de Estado Extraordinária de Gestão Metropolitana, Luíza Sabino Queiroz, após estudos do Centro Universitário do Leste de Minas (Unileste), constatou-se que o município de Caratinga já é afetado pelo processo de metropolização da região. Além disso, de acordo com a assessora, há uma expansão da região metropolitana do Vale do Aço para Caratinga, com a chegada de várias empresas na cidade.

O representante da prefeitura de Bom Jesus do Galho, Divino Silvério, também defendeu a aprovação do PLC 18/11 e afirmou que a proposta de incluir os dois municípios no colar metropolitano do Vale do Aço seria uma maneira de enfrentar os problemas da região e resolver carências existentes no transporte, na saúde e em outros setores.

Da mesma forma, o prefeito de Caratinga, João Bosco Pessine Gonçalves, afirmou que a incorporação do município na RMVA poderá trazer inúmeras vantagens e benefícios para a população. “Os municípios e regiões têm que se unir, para se fortalecerem”, comentou.


Fonte: Assessoria de Imprensa ALMG

Controle Conthabil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização.

 AO VIVO - As principais notícias da sua cidade
  23/07/15 - Receita Federal simplifica abertura e baixa de CNPJ
  28/05/15 - STF - Servidor público e divulgação de vencimentos
  20/03/14 - TCE disponibiliza portal de transparência para municípios mineiros
  13/09/13 - Capacitação aborda Planejamento e controle nos municípios
  04/09/13 - Fórum esclarece novas regras da contabilidade pública
 ARQUIVO - Acesse todas as notícias


,
Busca
Total de visitantes
2
8
0
9
1
4