Comissão vai a Açucena discutir situação dos índios pataxós Enviar por e-mail  Imprimir esta notícia Receber por RSS
16/03/2013 09:48:24

Indígenas vivem no Parque Estadual do Rio Corrente e estão em conflito com fazendeiros. Reunião será nesta terça (19).


As violações de direitos humanos dos índios pataxós que vivem no Parque Estadual do Rio Corrente e os conflitos com os fazendeiros vizinhos serão discutidos em audiência pública da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em Açucena (Vale do Rio Doce). A reunião, que acontece a requerimento do deputado Durval Ângelo (PT), será nesta terça-feira (19/3/13), às 9 horas, no Salão de Eventos da Prefeitura (Rua Benedito Valadares, 23 - Centro).
De acordo com informações do gabinete do deputado Durval Ângelo, os fazendeiros estão em conflito com os índios pela posse das terras onde eles vivem. O parlamentar quer discutir, ainda, na audiência pública, a situação do atendimento médico aos pataxós.
Sobre o parque – O Parque Estadual do Rio Corrente foi criado em 17 de dezembro de 1998 pelo Decreto 40.168. Localizado em Açucena, possui 5.065 hectares e abriga importantes remanescentes da Mata Atlântica. Segundo o Insituto Estadual de Florestas (IEF), ao qual o parque é subordinado, as capoeiras e matas abrigam mais de 20 nascentes de diferentes ribeirões e córregos, afluentes de importantes cursos hídricos, como o ribeirão São Mateus, o ribeirão São Félix e o córrego Porto Santa Rita, todos desaguando no rio Corrente, que por sua vez, deságua no rio Doce. O relevo é composto por pequenas colinas e morros de altitudes médias, variando entre 250 e 500 metros.
Na região podem ser encontradas espécies arbóreas típicas da Mata Atlântica, como ipê, quaresmeira, angico, sapucaia e, até mesmo, espécies em princípio de revegetação, como vinhático, cedro e jacarandá. A fauna é composta por espécies como mutum do sudeste, seriema, paca, capivara, jacu, raposa e outras que necessitam, prioritariamente, de ambientes florestais preservados para sua sobrevivência.
Convidados – Foram convidados para a reunião a prefeita de Açucena, Darcira de Souza Pereira; o ouvidor agrário nacional, Gercino José da Silva Filho; o secretário de Estado Extraordinário de Regularização Fundiária, Wander Borges; o procurador da República em Ipatinga, Edmar Gomes Machado; o coordenador regional substituto da Funai, Thiago Henrique Siorott; o diretor-geral do IEF, Bertholdino Apolônio Teixeira Júnior; o coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Conflitos Agrários, procurador Afonso Henrique de Miranda Teixeira; e o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-MG, William dos Santos




Fonte: Assessoria de Imprensa ALMG

Controle Conthabil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização.

 AO VIVO - As principais notícias da sua cidade
  23/07/15 - Receita Federal simplifica abertura e baixa de CNPJ
  28/05/15 - STF - Servidor público e divulgação de vencimentos
  20/03/14 - TCE disponibiliza portal de transparência para municípios mineiros
  13/09/13 - Capacitação aborda Planejamento e controle nos municípios
  04/09/13 - Fórum esclarece novas regras da contabilidade pública
 ARQUIVO - Acesse todas as notícias


,
Busca
Total de visitantes
3
5
1
5
1
2